Deputado Rodrigo De Castro

Por Minas, pelos municípios.

Representar o povo de Minas Gerais no Congresso Nacional muito me honra. A essa honra corresponde o desafiante dever de contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que vivem no meu Estado.

Estabeleci como foco do meu trabalho, desde o início de minha carreira política, as necessidades dos municípios. E, para conhecer e ajudar a resolver essas necessidades, estou sempre presente no seu cotidiano e mantenho estreito relacionamento com os prefeitos e as lideranças locais.

Com a instalação da pandemia da COVID-19 no país, foi difícil e dolorosa a realidade dos municípios e o meu trabalho priorizou ações na área da saúde voltadas ao socorro financeiro de hospitais públicos e fundos municipais de saúde.

Consegui verbas que foram destinadas ao custeio da atenção básica: consultas e exames, e também dos atendimentos de média e alta complexidade, como a hemodiálise e a terapia intensiva.

Entre as várias instituições beneficiadas com o meu trabalho, tenho orgulho de citar a Unidade de Atenção Especializada em Saúde (UAES), uma exemplar parceria da Universidade Federal de Viçosa (UFV) com o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Viçosa (CISMIV), que engloba um total de 10 municípios da Região.

Os recursos canalizados para a UAES destinaram-se à ampliação dos serviços ambulatoriais, com atendimento humanizado, resolutivo e pautado na qualidade.

Passadas as ondas mais graves da pandemia, que exigiu, como dissemos, atenção aos hospitais públicos e fundos de saúde das prefeituras, o nosso olhar se voltou para a necessidade das pessoas, fragilizadas não apenas pela crise sanitária como também pela inflação que castiga os mais pobres, deixando-as sem trabalho e sem o que comer.

Diante dessas dificuldades, lutei, com total empenho, pela aprovação da Proposta de Emenda Constitucional PEC 15/22 (que virou a EC 123/22), aumentando o valor do Auxílio Emergencial, e concedendo outros benefícios, como o Vale Gás de Cozinha; o Auxílio Caminhoneiro de mil reais mensais; o Auxílio para Taxistas; a gratuidade de transporte público para idosos; a compensação aos municípios de créditos de ICMS concedidos para reduzir o preço dos combustíveis; o reforço orçamentário para garantia da segurança alimentar.

Igualmente, por reconhecer a importância do trabalho dos profissionais de saúde, essencial durante a pandemia, lutei pela aprovação da PEC 11/2022 (transformada na Lei 14.434/22), que estabeleceu o piso salarial dos enfermeiros e enfermeiras, técnicos e técnicas de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras.

Como disse no início, honra-me representar o povo mineiro no Congresso Nacional. Mas um trabalho parlamentar sério vai além do Congresso Nacional. Tem a ver com resultado em prol do povo que representa, com a entrega de benefícios às pessoas.

Assim tenho pautado o meu trabalho: foco no município e busca de qualidade de vida para os munícipes. Estou junto com os municípios, atuando fortemente em seu favor no Congresso e nas instâncias em que for necessário defendê-los ou representá-los.

 

Rodrigo de Castro – 4450
Pelos Municípios, por você.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.